Skip navigation

Os atuais estudantes e jovens profissionais, da geração entre 18 e 24 anos, são os responsáveis e principais atores para a mudança. A geração “millennials”, nascidos entre 1981 e 2000, está mudando a sociedade e suas preferências estão desenvolvendo novos estilos de vida e novos modelos de negócios inclusivos preocupando-se com o mundo em que vivem, importando-se mais com os outros e com a sociedade como um todo.

E são eles, e alguns mais velhos com este espírito, que vão realizar pela primeira vez no Brasil o Encontro Internacional de Design para Desenvolvimento Social (IDDS), que  reúne participantes de diversos países e áreas de atuação para criar tecnologias ou empreendimentos que melhorem a vida de pessoas em situação de pobreza.

Diferentemente da maior parte das conferências acadêmicas, o IDDS enfatiza o desenvolvimento de protótipos e não artigos científicos ou projetos teóricos.

O IDDS faz parte da revolução em design que visa encorajar, promover e construir mais recursos de pesquisa e desenvolvimento focados nas necessidades dos 90% mais pobres da população mundial. Nós nos inspiramos em diversos modelos atuais de inovação, design e participação comunitária: co-criação, colaboração interdisciplinar e financiamento colaborativo (crowd sourcing).

O IDDS é um grupo muito diversificado, com pessoas de todo o mundo: Ásia, África, Europa, América do Norte, América do Sul e América Central. Estudantes e professores, acadêmicos e pastores, economistas e engenheiros, pedreiros e mecânicos, médicos, serralheiros, fazendeiros e líderes comunitários. Uma das coisas que torna o IDDS um evento especial é essa riqueza de experiências. É um encontro sobre inovação, e a inovação floresce nas intersecções entre diversos campos de conhecimento, propiciadas pela união e interação de um grupo tão eclético, mas com objetivos em comum.

Em 2012, o IDDS será realizado pela primeira vez no Brasil. Também pela primeira vez ele está sendo organizado por um time local, que inclui diversos organizadores veteranos do IDDS, assim como outros que foram recrutados para compartilharem suas visões.

Além de ser o primeiro com organização local, este também será o primeiro IDDS com o foco urbano. A equipe está trabalhando de perto com as comunidades parceiras, em favelas ao redor de São Paulo, para identificar e apoiar os projetos que farão parte do encontro.

As atividades junto a comunidades carentes vão ser desenvolvidas a partir da idéia de co-criação: o conceito de que é melhor oferecer às comunidades as habilidades e instrumentos para se tornarem inovadoras e desenvolverem suas próprias tecnologias, do que simplesmente oferecer as tecnologias em si. O estímulo à inovação e criatividade local são as ferramentas principais para gerar melhoras sustentáveis em longo prazo na qualidade de vida de uma comunidade. O objetivo é demonstrar um modelo em que uma comunidade de designers ativos e criativos possa inventar, inovar e inspirar uns aos outros na criação de novas tecnologias focadas nas necessidades dos usuários.

Matéria completa no Portal Design Brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: