Skip navigation

Esta em circulação a edição 58 da revista Lume Arquitetura

Leia nesta edição: O projeto de iluminação realizado na Regatta Casa pelo lighting designer Marcos Castilha, titular do Marcos Castilha Arquitetura de Iluminação; do Uberlândia Shopping, assinado pelo norte-americano Theo Kondos, titular do T.Kondos Associates; o jardim de uma luxuosa residência em Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte, iluminado por Norah Turchetti Conte, titular do Alalux; o projeto premiado pela Abilux no Comfort Hotel Sertãozinho, realizado por Helio Bottamedi, titular do Design & Projetos Monteg e o centro médico MD.X, com iluminação das fachadas, áreas de circulação e recepção realizada por Nils Ericson. E mais: a entrevista exclusiva com Everton Mello, novo CEO da Osram do Brasil; uma matéria especial sobre os planos e entraves das empresas para instalar Fábricas de luminárias e lâmpadas com LED no Brasil; o artigo LEDs versus lâmpadas convencionais, da arquiteta Francis Bergmann Bley; e as coberturas da Lightfair 2012 e da 29ª edição do prêmio IALD Awards 2012. Veja também: um bate-papo com Luciana Costantin em Holofote; o artigo de Christian Ullmann sobre Design Sustentável na seção Opinião, e, no Perfil Escritório, conheça a A&R Light Arquitetura de Iluminação, do titular Felipe Abujamra. E não perca os textos de nossos articulistas Valmir Perez e Paulo Oliveira! Veja o resumo da edição aqui.

:: Opinião
Christian Ullmann, desenhista industrial e consultor de design para empresas, fala sobre como a tecnologia LED pode criar uma nova geração de luminárias no artigo Design sustentável

a nova geração de luminárias vai ter design + sustentável

com a chegada do milênio, chegou também a tecnologia LED e hoje uma década depois a tecnologia é o meio para fazer uma nova revolução no mercado de iluminação

lembro das primeiras luminárias que vi que utilizavam lâmpadas com tecnologia LED, onde simplesmente, era adaptado o sistema elétrico para trocar a lâmpada. igual que a mais de 100 anos quando a lâmpada incandescente chegou as casas de família, hoje, a tecnologia LED e OLED vão provocar uma grande mudança na iluminação artificial residencial e comercial. a tecnologia LED tem todo o necessário para colaborar com a criação de produtos mais sustentáveis, a mudança de tecnologia simplesmente reduze ate 90 % do consumo de energia e se consideramos que o maior impacto de uma luminária e durante seu uso e usar a luminária significa ter ela ligada e consumindo energia, reduzir 90% e o grande diferencial e indicador que a tecnologia LED no futuro imediato e suas melhorias e evoluções, são o futuro do setor de iluminação.

o Brasil pode sair na frente criando um projeto institucionalizado com objetivo de atingir a nova classe media brasileira que vai consumir 10 milhões de casas e se consideramos de 2 a 3 luminárias por cômodo para atender a demanda criada pelo projeto Minha Casa Minha Vida, estamos falando de mas de 100 milhões de luminárias. e todas estas luminárias tem que ser criadas, produzidas e comercializadas; um grande desafio para o setor de iluminação brasileiro.

Matéria completa revista Lume Arquitetura edição 58

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: