Skip navigation

Imagem futuro 2

Empresas de tendências mergulham no cotidiano dos diferentes paises do mundo para descobrir quais as próximas referências e prever o potencial destas tendências antes mesmo delas explodirem. O grande desafio é converter uma tendência em uma verdadeira oportunidade de negócio mensurável. A consultora Spark & Honey faz isto. Na semana passada, o jornal Valor Econômico divulgou as “20 profissões do futuro da Spalk & Honey”.

É até divertido ver a distância entre a pesquisa e a nossa realidade, ou melhor dito, nossas diferentes realidades brasileiras. E não devemos esquecer que por trás de tudo sempre tem uma intenção de organizar o futuro e criar oportunidades específicas.

No entanto, também podemos aproveitar as pesquisas internacionais e usá-las como pontos de referência para orientar nosso perfil profissional e melhorar nossas oportunidades com o mercado orientando estratégias, comunicação e planejamento.

Cada vez mais nós, designers – designers contemporâneos, empreendedores, curiosos e jovens de espírito – estamos procurando novos caminhos, novas oportunidades e cada vez estamos mais perto do modelo de designer thinker para formatar o novíssimo mercado do design business.

Concordo, cada vez está mais difícil atender as expectativas profissionais para uma sociedade mais adequada ao nosso tempo, mas cada vez há mais jovens designers, formados em escolas tradicionais de design (entenda-se escolas de formação em design de produto ou design em comunicação visual) que estão aventurando-se em novos modelos e novas idéias.

Isto é muito bom para a nossa profissão, que cada vez fica mais atenta e aberta as mudanças sociais. O desafio é o de sempre transformar ideias em projeto e projetos em ações onde empresas, clientes ou sociedade dem valor e possam quantificar.

O que está, sim, claro para todos, é que no passado e quase até o presente as carreiras eram estáveis e lineares, as pessoas escolhiam um caminho que durava até a aposentadoria. Mas isso tende a mudar.

As carreiras e as escolhas dos jovens são fragmentadas, especializadas e já vemos como está entrando o modelo social de colaborativismo e complexidade e isto esta em constante evolução.

matéria completa portal design brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: