Skip navigation

Tag Archives: arte

Projeto Oficina Nômade lança Manual de Referências para artesãos de Novo Horizonte e região

Documento contém resultado de pesquisa de ícones e imagens que remetem à história e à cultura do município

No dia 9 de maio, às 10h, o projeto Oficina Nômade, patrocinado pela Usina Santa Isabel com apoio do Proac, irá lançar o Manual de Referências para os alunos das oficinas, artesãos e artistas de Novo Horizonte e região. O lançamento será realizado o Centro Cultural de Novo Horizonte, parceiro da ação, e terá um café da manhã de confraternização com a presença dos designers Christian Ullmann, coordenador do projeto, e Silvio França, responsável pelas oficinas de serigrafia e estêncil. A iniciativa tem apoio da Prefeitura de Novo Horizonte e produção executiva da Origem Produções.

silk-1-800x407silk-2-800x407

O documento que será apresentado contém o resultado da Oficina de Referências Locais e Identidade Cultural realizada no município com a participação de jovens, artesãos e artistas do projeto e sugestões de referências iconográficas sobre a história e valores culturais de Novo Horizonte. “Desde o início das oficinas em 2014, estamos realizando entrevistas com moradores, pesquisas a arquivos históricos e visitas a locais representativos. A partir desses elementos, identificamos alguns ícones, imagens e paleta de cores e desenvolvemos esse caderno, que funciona como um manual de referências visuais para os artesãos”, explica a designer Tânia de Paula, consultora do projeto.

bag-3-800x407

A proposta dos designers é despertar o olhar dos artesãos para uma produção diferenciada, que tenha a cara e o tom da cidade, sem se esquecer da técnica, estética e funcionalidade. “Um trabalho artesanal que traga a história de um município ou região é atrativo para turistas e moradores, por isso esse conhecimento gerado no Oficina Nômade contribui para a preservação da cultural local, geração de renda e turismo”, afirma Ullmann. Segundo ele, o legado deixado pelas oficinas na vida dos artesãos ultrapassa o caráter técnico e avança pela imagem que ele tem de si próprio, da cidade e região onde está inserido. Os valores locais são ressaltados para estimular os sentidos para outras realidades, para que assim, consigam entender, traduzir e transformar aqueles objetos do cotidiano, na forma de um produto artesanal.

bag-2-800x407

No caderno de referências, é possível notar que tudo pode ser fonte de inspiração: as pessoas, os costumes, as ruas, a arquitetura, o clima, a comida, a vocação econômica, entre tantos outros elementos. Muitas imagens foram criadas ou identificadas pelos próprios alunos durante as oficinas gratuitas realizadas ao longo do ano e irão estampar as linhas de produtos que serão lançadas em julho.

Desafio

Com o caderno de referências em mãos, artesãos e aprendizes serão desafiados e desenvolverem novos produtos com a utilização dessas referências e das técnicas e matérias primas apresentadas durante as aulas, como o bagaço da cana-de-açúcar, cerâmica, e serigrafia e estêncil. Nos dias 29 e 30 de maio, os designers voltam a Novo Horizonte para conhecerem o resultado da nova produção dos artesãos e aprendizes. “Agora é a hora da experimentação, de testar a união das técnicas, considerar as referências do manual e finalizar em forma de produto todos os ensinamentos das oficinas feitas no ano passado”, diz Andressa Sirino, da Origem Produções, que assina a produção executiva do Oficina Nômade.

Mesmo os artesãos de Novo Horizonte que não frequentaram as aulas estão convidados a conhecer o Manual de Referências e se juntar ao grupo que vai desenvolver uma linha de produtos para a comercialização no Centro Cultural e na Casa do Artesão.

bag-1-800x407

Lançamento da nova linha de produtos

Em julho, o projeto se encerra com uma exposição das linhas de produtos do Oficina Nômade, além dos lançamentos do catálogo e do site.

O projeto Oficina Nômade completa 15 anos e percorreu cidades nacionais e internacionais com o objetivo de estimular a criação de novos produtos artesanais, além de promover a geração de renda e o desenvolvimento social em cada região. Esta é a segunda edição no interior de São Paulo e tem patrocínio da Usina Santa Isabel, por meio do Proac, apoio do Centro Cultural Gino de Biasi Filho e Prefeitura de Novo Horizonte e gestão da Origem Produções.

Serviço:

OFICINA NÔMADE – Lançamento Manual de Referências

Café da manhã para artesãos e aprendizes

Dia: 9 de maio de 2015

Hora: 10h às 12h

Local: Centro Cultural de Novo Horizonte – rua Carvalho Leme, 534

Mais informações: contato@origemproducoes.com.br / 16 3623-8012

http://centroculturalnh.com.br/ www.origemproducoes.com.br

banquete Como Penso Como

A identidade de um país refere-se aos valores intangíveis, reputação e imagem construídos através de múltiplos aspectos.

O Food Branding é uma ferramenta poderosa e essencial para a construção do conceito “marca país”, pois a gastronomia está diretamente relacionada à cultura de um povo, além de ser um dos temas de grande interesse atualmente.

O conceito combina o produto gastronômico as áreas da indústria alimentícia, food service e restauração, inspirado na compreensão de uma variedade de áreas de atuação, incluindo marketing, naming, avaliação sensorial, pesquisa e desenvolvimento, consultorias, elaboração e apresentação de cardápios, design gráfico, desenho industrial, luminotecnia e arquitetura.

Resumindo, Food Branding envolve termos contemporâneos como inovação, experiências multissensoriais e ativação da memória, elementos fundamentais para relacionar uma marca ou imagem a um determinado público.

Essa proposta de trabalho é transdisciplinar e consiste em reunir diferentes áreas do conhecimento como gastronomia, arte, design e cultura em uma só proposta experiencial.

Como Penso Como é um projeto da Simone Mattar, onde gastronomia, design, arte, cultura e identidade brasileira surpreendem as pessoas aguçando todos os sentidos

A realização do projeto é do estúdio Lab Mattar, único escritório brasileiro especializado em Branding e Food Branding.

Reconhecido pela concepção e redirecionamento da imagem de empresas e instituições, o Lab Mattar autuou, nos últimos dez anos, majoritariamente para empresas ligadas ao ramo de alimentação, indústrias alimentícias, restaurantes e redes de alimentação.

Sua estrutura sempre foi multidisciplinar, contando com arquitetos, designers, especialistas em comunicação e chefs de cozinha.

 

SEM FRONTEIRAS/WITHOUT BORDERS abre no Aeroporto Internacional de Miami

A exposição desafia ativamente as noções convencionais de uma estética ou identidade singular Brasileira

Organizada pela Galeria MIA da Divisão de Artes Plásticas e Assuntos Culturais do Aeroporto Internacional de Miami, Dra. Yolanda Sanchez, diretora da Galeria MIA e  Zoë Melo da TOUCH, são co-curadoras da exposição Sem Fronteiras, apresentando o que há de melhor e mais inovador na arte, design e artesanato Brasileiro.

Participam da mostra. Alexandre Sequeira, Brunno Jahara, Carla Tennenbaum, Christian Ullmann, Coopa Rocca, Cores Da Terra, Domingos Tótora, Estúdio Manus, Fetiche Design, Gueto Design, Iça, Ivone Rigobello, Jalapa Project, João Maciel, Mana Bernardes, Marcenaria Trancoso, Mônica Nador, Notus Studio, Oferenda Design, Projeto ASAS, Renata Meirelles, Rogério Fernandes, Sérgio Mattos, Straat.

Recepção de Abertura. Quarta-feira, 25 de Julho, 2012 – 17h00 – 19h00

South Terminal Gallery, 4th floor level Mezzanine

Palestrante convidado especial. Cônsul Geral do Brasil, Embaixador Hélio Vitor Ramos F.

Para mais informações. galeria MIA. http://www.miami-airport.com/mia_galleries.asp

Sem Fronteiras/Without Borders estará em exibição até Dezembro