Skip navigation

Tag Archives: MOTI

100 guest | invitation to opening | saturaday 18
my waste is your waste | MOTi
Breda | Nederland

is waste the new gold? Check for yourself at MOTI in Breda. opening Saturday 18th May of the project: My waste is your waste. With artists Rodrigo Bueno, Thiago Bender, Christian Ullmann, Klaas Kuiken, Refunc Collective and Jan Eric Visser. curators Joanna van der Zanden (MOTi – NL) and Mara Gama (MCB – BR)

My waste is your waste digiflyer ENG

After the artist have worked together for a week we will be opening the exhibition by asking ourselves the question: could waste be the next gold?

It is a question that forms the focus of the entire exhibition period. Are we sufficiently aware of what we throw in the bin? Just what is the value of waste? Do we need waste in order to survive? During the opening the artists and a number of waste experts will be sharing their personal views on questions such as these.

100 seats will be available for the opening of the exhibition. If you are interested, please make a reservation through rsvp@motimuseum.com

Curators:
Joanna van der Zanden, independent curator (NL)
Mara Gama, freelance curator and journalist (BR)

institutions:

MOTI (NL) | MCB (BR)

new exhibition

MOTI and Museu da Casa Brasilieria in São Paolo (BR) are currently working together on a project named My Waste Is Your Waste. A unique collaboration to encourage an exchange of expertise between Dutch and Brazilian designers. The exhibition addresses the worldwide problem of waste management. Designers and artists are increasingly seeing waste as a creative challenge, and with this exhibition the two museums want to highlight the recovery and recycling of materials. Is waste the new gold?

For some designers, working with waste is a necessity; for others it is a deliberate choice. But what if we turned it into a collaborative effort and heaped together all our expertise concerning waste? Can the rubbish dump thus created lead to new insights and pioneering collaborations? What can we learn from each other with regard to waste?

The exhibition provides an overview of the work of Brazilian artists and designers Rodrigo Bueno, Thiago Bender and Christian Ullmann and their Dutch counterparts Jan Eric Visser, Klaas Kuiken and Refunc. Aside from being an exhibition, My Waste Is Your Waste is also a temporary design studio at the MOTI building, during which the designers will be working together for a week. This Live Studio will be open to the public.

Opening Saturday 18 May
After the artist have worked together for a week we will be opening the exhibition by asking ourselves the question: could waste be the next gold?

It is a question that forms the focus of the entire exhibition period. Are we sufficiently aware of what we throw in the bin? Just what is the value of waste? Do we need waste in order to survive? During the opening the artists and a number of waste experts will be sharing their personal views on questions such as these.

100 seats will be available for the opening of the exhibition. If you are interested, please make a reservation through rsvp@motimuseum.com

Curators:
Joanna van der Zanden, independent curator (NL)
Mara Gama, freelance curator and journalist (BR)

os representantes brasileiros Rodrigo Bueno, artista visual, Thiago Bender, artista urbano, e Christian Ullmann, designer argentino radicado no Brasil, se juntaram aos holandeses Jan Eric Visser, Klaas Kuiken e o coletivo Refunc, durante uma semana no MOTI – Museu da Imagem, em Breda, na Holanda, para trabalhar com resíduos e investigar seu potencial como materiais construtivos e criativos. o resultado do trabalho estará na mostra My Waste is Your Waste, que entra em cartaz no dia 18 de maio no MOTI. É uma parceria entre o MCB e o MOTI que já ocupou o Museu Casa Brasileira em novembro do ano passado, com o título “Re-design: brasileiros e holandeses experimentam descartes”

vanaf 18 mei een nieuwe tentoonstelling : my waste is your waste

30960_570931979607870_1703429535_n

projeto “Re-design: brasileiros e holandeses experimentam descartes” promove intercâmbio sobre o reaproveitamento criativo de resíduos

“Re-design: brasileiros e holandeses experimentam descartes” é um projeto de intercâmbio e uma exposição que visam investigar e mostrar o potencial dos resíduos sólidos como materiais construtivos e criativos. Parceria entre o Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, e o MOTI – Museu da Imagem, de Breda, na Holanda, o projeto conta com a participação de designers, arquitetos e artistas brasileiros e holandeses, sendo dividido em duas etapas – exposição apresentando breve atuação dos envolvidos; e produção coletiva -, ambas abertas à visitação do público.

Participam três representantes de cada país: Thiago Bender (artista de rua), Rodrigo Bueno (artista visual) e Christian Ullmann (designer), do Brasil; Klaas Kuiken (designer), Jan Eric Visser (artista visual) e o coletivo Refunc (arquitetos e designers), da Holanda. Com curadoria de Mara Gama (Brasil) e Joanna van der Zanden (Holanda), o projeto terá ainda, em 2013, nova edição a ser realizada no MOTI – Museu da Imagem.

“Os artistas e designers do projeto irão trabalhar juntos em um ateliê ao vivo no Museu da Casa Brasileira, investigando confluências e compartilhando suas pesquisas e abordagens em relação aos resíduos sólidos”, explicam as curadoras, que visam gerar reflexões sobre questões como: Os resíduos são vistos de maneira diferente nos dois países? É possível transformar a imagem negativa dos descartes por meio de seu reaproveitamento criativo?

A exposição de obras pré-selecionadas dos participantes do projeto, ligadas ao tema do reuso, será inaugurada no dia 6 de novembro. No dia seguinte, os seis participantes farão visitas a ateliês e cooperativas de reciclagem para coletar materiais que serão usados entre 8 e 10/11, durante o trabalho de criação coletiva. O resultado do intercâmbio será mostrado a partir do sábado, 10 de novembro, dia em que haverá encontro informal com os artistas no espaço expositivo do MCB, aberto ao público.

“Todos nós produzimos resíduos, independentemente de onde estivermos no planeta. Restos de embalagens, tecidos, lixo eletrônico, objetos quebrados, sucatas de veículos e entulho da construção são as sobras da nossa riqueza, consideradas inúteis e jogadas fora ou deixadas para trás. Mas os resíduos podem também ser relevantes e usados para criar novos produtos”, concluem Joanna van der Zanden e Mara Gama.

Sobre o MOTI – Museu da Imagem
Situado em um dos prédios mais antigos de Breda, na Holanda, o MOTI – Museu da Imagem é um centro de referência em cultura visual criado em 2008. Focado em áreas como design, fotografia, artes visuais, arquitetura e ciências, o MOTI oferece um centro de pesquisa aberto ao público leigo e especializado sobre o design gráfico (Museumlab); oficinas educativas, palestras, apresentações e eventos, além de exposições temporárias sobre seus temas de vocação.

Sobre o Museu da Casa Brasileira
O Museu da Casa Brasileira se dedica às questões da cultura material da casa brasileira. É o único do país especializado em design e arquitetura, tendo se tornado uma referência nacional e internacional nesses temas. Dentre suas inúmeras iniciativas destaca-se o Prêmio Design Museu da Casa Brasileira, realizado desde 1986, e que comemora este ano sua 26ª edição.

SERVIÇO:
Projeto Re-design: brasileiros e holandeses experimentam descartes
Exposição e trabalho de criação coletiva Brasil x Holanda
Realização: MCB e MOTI – Museu da Imagem
Apoio: Consulado da Holanda e Central de Cultura

Abertura: 6 de novembro, terça-feira às 19h30
Entrada gratuita e aberta ao público em geral
Visitação: 7 a 25 de novembro

Local: Museu da Casa Brasileira
Av. Faria Lima, 2.705 – Jd. Paulistano
Tel.: (11) 3032-3727

Horário de funcionamento: de terça a domingo das 10h às 18h
Ingressos: R$ 4 e R$ 2 (meia-entrada)
Domingos e feriados – gratuito
Acesso a pessoas com deficiência/ Bicicletário com 20 vagas
Estacionamento: de terça a sábado até 30 minutos, grátis; até 2h, R$ 12. Demais horas: R$ 2. Domingo e feriados, preço único de R$ 15

Visitas orientadas: (11) 3032-2564 / agendamento@mcb.org.br
Site: http://www.mcb.org.br
Redes sociais: http://www.facebook.com/museu.dacasabrasileira / Twitter: @mcb_org

Todos nós produzimos resíduos, independentemente de onde estivermos no planeta

Restos de embalagens, tecidos, lixo eletrônico, objetos quebrados, sucatas de veículos e entulho da construção são as sobras da nossa riqueza, consideradas inúteis e jogadas fora ou deixadas para trás. Mas os resíduos podem também ser relevantes e usados para criar novos produtos – Joanna van der Zanden e Mara Gama curadoras do projeto re-design, MCB

my waste is your waste

“Re-design: brasileiros e holandeses experimentam descartes” é um projeto de intercâmbio e uma exposição que visam investigar e mostrar o potencial dos resíduos sólidos como materiais construtivos e criativos. Parceria entre o Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, e o MOTI – Museu da Imagem, de Breda, na Holanda, o projeto conta com a participação de designers, arquitetos e artistas brasileiros e holandeses, sendo dividido em duas etapas – exposição apresentando breve atuação dos envolvidos; e produção coletiva -, ambas abertas à visitação do público.

Participam três representantes de cada país: Thiago Bender (artista de rua), Rodrigo Bueno (artista visual) e Christian Ullmann (designer), do Brasil; Klaas Kuiken (designer), Jan Eric Visser (artista visual) e o coletivo Refunc (arquitetos e designers), da Holanda. Com curadoria de Mara Gama (Brasil) e Joanna van der Zanden (Holanda), o projeto terá ainda, em 2013, nova edição a ser realizada no MOTI – Museu da Imagem, com o mesmo grupo de participantes.

Os artistas e designers do projeto irão trabalhar juntos em um ateliê ao vivo no Museu da Casa Brasileira, investigando confluências e compartilhando suas pesquisas e abordagens em relação aos resíduos sólidos”, explicam as curadoras, que visam gerar reflexões sobre questões como: Os resíduos são vistos de maneira diferente nos dois países? É possível transformar a imagem negativa dos descartes por meio de seu reaproveitamento criativo?

Maiores informações

my waste is your waste

para alguns, o trabalho com resíduos é uma necessidade

para outros, um desafio consciente

my waste is your waste é uma pesquisa de design e exposição temporária no Museu da Casa Brasileira, em São Paulo, onde três designers/artistas holandeses e três designers/artistas brasileiros irão trabalhar por uma semana com resíduos como um tema guarda-chuva. os designers/artistas selecionados já trabalham com resíduos como pesquisa pessoal e para o projeto cada um apresentara um produto, seus conceitos e suas experiências em uma exposição. eles vão fazer isso em um ambiente acessível ao público, os resultados das sessões conjuntas do projeto, as perguntas e os comentários são levados diretamente para a exposição e compartilhado com o público

o projeto será apresentado ao público num espaço-ateliê permanente durante toda a duração do encontro, no final do workshop, a peça ou projeto fruto da criação coletiva será apresentada ao público pelos artistas

a mesma exposição deverá ser montada na Holanda no verão de 2013, no MOTI

Curadores

Joanna van der Zanden, curadora independente (Throwing Snowballs) e diretora artística da Roterdã Prêmio Design

Mara Gama, curadora independente e jornalista

Associados

Museum Of The Image – MOTI (Holanda) e Museu da Casa Brasileira – MCB (Brasil)

Em colaboração com a Central de Cultura, como parte do programa cultural bienal (2011-2012), que visa estimular e fortalecer o intercâmbio cultural entre a Holanda e o Brasil.