Skip navigation

Tag Archives: produtos

cong design do AM
Design e a valorização da Amazônia

A realização do II Congresso de Design do Amazonas justifica-se pela necessidade de pensar o desenvolvimento regional, considerando o aporte de vários campos de conhecimento na proposição de estratégias e soluções que tenham como meta a elevação da qualidade de vida na região de forma sustentável e considerando as especificidades sociais, culturais, políticas, bem como as tecnologias disponíveis, o que envolve uma intrincada cadeia de saberes que requisita também a participação do campo do Design.

Considerando este panorama, pergunta-se: Qual o papel do Design quanto à valorização da Amazônia? Baseando-se nessa visão sistêmica do processo em prol do desenvolvimento regional. Esta discussão convida-nos a pensar quais as expertises que precisam ser desenvolvidas no âmbito do ensino, da atuação e da prática do Design com vistas a dar respostas aos desafios da região amazônica visando o seu desenvolvimento socioeconômico sustentável, uma vez que o campo do Design tem um compromisso com o desenvolvimento de produtos e processos que visem à melhoria da qualidade de vida dos seres humanos (Oliveira, 2011a e Oliveira 2011b).

O design é um fator central para a humanização inovadora das tecnologias e um fator crucial para a troca econômica e cultural, sendo assim, é um grande aliado na valorização de identidades, produtos e territórios. E a busca por agregar valor a produtos pela indústria e pelos empresários vem fortalecendo e estimulando a identidade local, e isso é um forte impulsionador do investimento do design. Dessa forma, o design representa um catalisador da inovação e da criação de uma imagem positiva ligada ao território, a seus produtos e serviços.

diversidade brasileira

IV Bienal Brasileira de Design

de 19 de setembro, e segue até 31 de outubro, em Belo Horizonte, se realiza a IV Bienal Brasileira de Design. Com curadoria geral de Maria Helena Estrada.

O tema , o evento tem como tema “Diversidade brasileira” é o tema da IV edição e como atração principal a exposição “Da mão à máquina“, que pretende, a partir de uma vocação do país para o artesanato, seguir da cultura popular aos produtos em que o profissional aplica uma linguagem contemporânea, buscando conectar o produto global à cultura local.

Outras mostras, da bienal são “Design de carros no Brasil: Rupturas e inovações“, “1 pessoa, 10 cadeiras“, “Jovens designers” e “Open School”, dos cursos de design mineiros.

A Bienal propõe também ações educativas, de negócios e outras, procurando envolver toda a cidade na discussão do design.

site da bienal

DESIGN SUSTENTÁVEL – OPORTUNIDADES NOS MEIOS CORPORATIVOS E SOCIAIS

Curso de Extensão IED SP

OBJETIVO. Capacitar os participantes das diferentes áreas do design para pensar negócios mais sustentáveis e gerenciar o desenvolvimento de produtos(*), com uma visão inovadora, estratégica, de lucratividade e responsabilidade com as questões ambientais e sociais

ÁREAS DE ESTUDO

. Visão estratégica para novas filosofias empresariais orientadas para o design, produção, comercialização e consumo responsável

. Tendências e evolução – gestão empresaria e sociedade mais consciente

. Gestão empresarial + sustentabilidade – criando “valor sustentável” para a empresa

. Valor sustentável dos negócios e relação com os diferentes atores da sociedade

. Estratégia e desenvolvimento de produtos (*) sustentáveis competitivos

. Estratégia de negócios – oportunidades do mercado, processos industriais e comunicação e parceiros

. Report – indicadores para performance sustentável

(*) Produto: todo modelo e ou formato de atividade a ser realizada e produzida sendo projetos, produtos, serviços e ou processos físicos ou virtuais

Periodo. de 03/09 a 03/12/2012 – 2ª Feiras das 19h30 às 22h30

Carga horária. 36hs

Forma de ingresso. Livre

O curso é ideal para profissionais ou estudantes que querem se atualizar ou aprofundar seus conhecimentos sobre temas específicos.

Maiores informações.

PROFESSOR RESPONSÁVEL. Christian Ullmann, professor do IED e consultor do CRIED nas áreas de design, inovação, gestão e sustentabilidade para criação, desenvolvimento e lançamento de novos produtos. Sócio diretor da iT Projetos – escritório de desenvolvimento de projetos e produtos que utiliza o design como ferramenta para melhorar as interfaces entre cultura, criatividade, tradição, economia e tecnologia, promovendo atividades capazes de gerar renda, competitividade, desenvolvimento local e valorização do território. Consultor para empresas, instituições e governo com ampla atuação no Brasil e Latino América. Recebeu prêmios na Espanha, Itália, Brasil e Argentina com móveis residenciais, de escritório e objetos. Escreve no Portal Design Brasil e Rede Latino-americana de Design.

Atua desde o ano 1996 no mercado brasileiro, quando coordenou o Programa de divulgação de Madeiras Alternativas para a Fabricação de Móveis do LPF/IBAMA (1996 a 1999). Criador e curador da Mostra Design & Natureza (1999 a 2009). Curador da categoria Desenvolvimento Sustentável do Prêmio Brasil Faz Design (2000 a 2004). Coordenador do NIDA – Núcleo de Inovação e Design para Artesanato do Estado de São Paulo do Projeto Via Design SEBRAE  SP e CSPD (2004 a 2006). Criador e coordenador do Prêmio CEMPRE + design – resíduo, 2005. Curador do setor design para melhoria social e ambiental do Painel Contemporâneo da 1ª Bienal Brasileira de Design, 2006. Curador do Projeto Remade in Brasil (2006 a 2008). Curador dos Projetos Mostras Brasil é Cosi e Collezione Artesania apresentadas no Fuori Salone e Salone Satéllite durante a Feira Internacional do Móvel de Milão (2009 a 2012).